Mario Kart Live: Home Circuit

Virtualgame.jpg Mario Kart Live: Home Circuit é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, Marisa Kirisame rouba outra técnica em Touhou.

Cquote1.svg Você quis dizer: Mario Kart Tour Deluxe Cquote2.svg
Google sobre Mario Kart Live: Home Circuit
Babel fish.gifTraduzindo: Circuito Doméstico ao Vivo do Kart do Mario
Babel Fish sobre Mario Kart Live: Home Circuit
Dos mesmo criadores de Nintendo Labo e LEGO Super Mario, Mario Kart Live: Home Circuit é um brinquedo para os adultos que agem como crianças, fanboys da Não-Intendo (vulgo nintendistas), pirralhos que gostam de rally e burros metidos a engenheiros. Lançado em 2020, o jogo mistura brinquedos com realidade virtual, cujo o objetivo é apenas vender e depois de um mês ficar no porão de uma casa até mofar.

Mario Kart no barraco da tua casa
MarioKartLiveHomeCircuit box.jpg

Afinal para que ter o bagulho físico, se você só vai olhar pra tela?

Informações
Desenvolvedor aVelan Studios
Publicador Nintendo
Ano Coronavírus
Gênero Correr pra caralho
Plataformas Nintendo Switch
Avaliação 70%
Classificação indicativa qualquer idade, desde que tenha dinheiro

Esse é o décimo quinto (15º) Mario Kart de todos os tempos, e o terceiro feito depois do Mario Kart 8, podendo aí ter tempo da Nintendo ter feito um Mario Kart 9, que é o desejo de 99,9999999999999% dos fãs, sendo que 00,0...1% representa os fanáticos do Mario Kart Wii.

O jogo faz parte de uma série de jogos lançados para celebrar o 35 aniversário do Mario (mesmo Miyamoto confirmando a cada ano que o encanador tem apenas 26 anos), e assim como todos os jogos dessa festa, também será limitado, mas isso não é tão prejudicial a esse game em específico, porque todo o jogo VR acaba sendo enjoativo. Por isso, Mario Kart Live: Home Circuit é um jogo para se jogar uma vez, então seja esperto e jogue na casa do trouxa que comprou.

JogabilidadeEditar

 
Criar pistas é mais difícil do que você imagina.
 
O boss do jogo.

Home Circuit abusa das crianças mimadas de hoje em dia, em uma tentativa de agradar a pirralhada e assaltar a carteira dos pais, a estratégia tomada foi a adição de carrinhos de controle remoto, em uma parceria com a Hot Wheels, mas que parecem mais com fuscas do que com carros com rodas quentes. No geral ele apresenta apenas o Mario (o protagonista) e o Luigi (seu irmão de meia tigela) que sempre precisa ficar grudado no irmão em todo o santo jogo do encanador. Do outro lado o jogador tem que fugir ou perseguir hologramas dos Koopalings ou do muleque do Bowser Jr.

O jogo também dá a oportunidade de customização, são eles: o carro (como sempre), a cueca do Mario (uma ideia tirada lá do Super Mario Odyssey, que foi um sucesso), a cabeça do Mario (agora você pode se fingir de idiota com uma abóbora na cara) e até mesmo cornetas (é) que só servem para encher o saco e buzinar na cara dos outros corredores. Além disso, as copas voltaram, mas estão com apenas 3 pistas onde a única coisa que muda é a sua paciência, pois a medida que você vai avançando a sua paciência vai diminuindo, já que levar bananas a todo momento não é pra qualquer um.

Assim como qualquer Mario Kart, os itens são uma peça primordial para o game, caso a Nintendo venha a fazer um MK sem itens, pode-se considerar que esse MK não é um Mario Kart de verdade, pois um Mario Kart sem itens é a mesma coisa que Gran Turismo e Forza. Por isso os itens também estão nesse jogo, como o cogumelo alucinógeno, a banana dos infernos, as conchas explosivas, o raio encolhedor, a Bullet Bill barbeira, e até mesmo o Bauau, o cachorro.

TemáticasEditar

Para dar uma variada o jogo também proporciona filtros de imagens para deixar o cenário com menos feiura, já que o chão da sua casa é o autódromo do jogo. Essas temáticas equilibram o jogo e faz ele ter alguma graça, já que é muito fácil até mesmo no 200cc.