Mudanças entre as edições de "Pokémon: Geração 5"

3 bytes adicionados ,  11h23min de 21 de novembro de 2021
sem sumário de edição
 
 
Também dá pra ver claramente como o pessoal da Nintendo esgotou as idéias originais, e por isso [[Machamp|eles]] [[Conkeldurr|passaram]] [[Golem|a reciclar]] [[Gigalith|algumas]] [[Golbat|idéias]] [[Swoobat|de gerações]] passadas. Os jogos foram mais focados no público adolescente do que o público infantil, embora alguns designs chegam a ser tão gritantes que parecem que pegaram emprestado do rival [[Yo-kai Watch]] e isso deixou a quinta geração com má fama, tanto que os jogos passaram a vender menos depois que fãs fugiram ao ver um "pokémon lixo" e "pokémon sorvete", e mais ainda quando descobriram que o jogo em si estaria reservado a apenas pokémons da região de Unova.
[[Arquivo:Pessoas na fila de Pokemon.png|200px|thumb|left|"Fãs" de Pokémon protestando pelo fato de não poder jogar com [[Pikachu]], [[Gengar]] e [[Charizard]] em Black e White.]]
Porém isso tudo foi consertado com Black e White 2, um jogo que tenta ser uma Unova melhor e mais difícil, assim como os jogos da primeira a quarta geração, e várias coisas mudam nesse jogo, como a história, os treinadores e até mesmo a região em si. Os jogos tendem a usar estratégias boas, como os antigos, além de ter várias lutas consideradas difíceis, como a de [[Ghetsis|Dennis]], que seu [[Hydreigon]] não morria para quase nada, já que não existia fadas naquela época, e de Iris, que usava itens para melhorar seu time aleatório que considera como "campeã do tipo dragão".