Mudanças entre as edições de "Deslivros:Epopeia de Gilgamesh"

m
Bot: Check-up nos candidatos a melhor artigo, typos fixed: benção → bênção (2), à ele → a ele
m (Bot: Check-up nos candidatos a melhor artigo, typos fixed: benção → bênção (2), à ele → a ele)
==Terceira tábua de argila==
 
Gilgamesh visita sua mãe, a deusa Ninsun, a fim de pedir bençãobênção. Ele também encontra com a deusa-sol, Shamash, pois...bem...o sol é para todos e sem o sol todos morreriam, fora que ela dá algumas baforadas de charuto na cara de Gilgamesh para abençoar o mizifinho. Gilgamesh deixa também algumas instruções ao governo de Uruk para sua ausência, mas aparentemente Uruk não vai seguir esses conselhos já que como dito anteriormente, seu governo era uma porcaria e não era porque ele conheceu um troglodita que virou [[twink]] depois de comer uma deusa-prostituta que a opinião geral ia mudar.
 
O dragão em questão que Gilgamesh queria matar é Humbaba, que é o chefão de uma favela aleatória. Gilgamesh nunca explicou o que Humbaba fez para ser mau, mas ele era mau e pronto, provavelmente porque vendia droga estragada. Gilgamesh decidiu que queria expulsar o mal do mundo, e ao invés de começar com ele mesmo, Humbaba parecia um bom ponto de partida. Havia também todo o aspecto de glória pessoal de dois caras indo em uma busca machista na floresta para matar algum animal grande e pendurar sua cabeça em uma placa na esperança de impressionar as mulheres, coisa que Gilgamesh queria bastante.
==Décima primeira tábua de argila==
 
Gilgamesh percebe que Utnapishtim é um grande hipócrita, pois ele também é imortal e não quer que Gilgamesh seja imortal, mas Utnapishtim explica que em sua época, surgiu um emprevisto e [[YHWH]] enviou um dilúvio para punir a humanidade e só salvou [[Noé]] e sua família, mas Utnapishtim construiu um barco para escapar da destruição. Para se ter uma noção, o dilúvio enviado pelo deus dos judeus envia para destruir a humanidade e dar um hard reset nas coisas foi tão brutal que até os deuses pagãos da Mesopotâmia fugiram para as colinas com medo de afogar, apesar de serem imortais. Utnapishtim, então, conseguiu uma bençãobênção de um deus chamado Enlil por sua esperteza de ter roubado a ideia de Noé e construir um barco.
 
Utnapishtim desafia Gilgamesh a ficar acordado por seis dias e sete noites sem tomar Modafinila, e se conseguir fizer isso, ele dará àa ele um espinafre pobre que garante imortalidade. Infelizmente nosso herói acaba dormindo e perde todas as chances de conquistar o que queria, tornando toda essa epopeia inútil. O tolo e desapontado Gilgamesh retorna à sua cidade natal, apesar de do fato de que ele estava em uma viagem de barco só de ida e não conseguia fazer o retorno.
 
==Décima segunda tábua de argila - O Fim==
59 680

edições