Mudanças entre as edições de "Downloadable content"

422 bytes adicionados ,  18h29min de 6 de março de 2015
Como já foi dito acima, eles são muito lucrativos para quem os faz. Veja por quê:
 
Um gamer qualquer chega em uma loja e compra seu jogo, pagando feliz uns 50 reais por ele que por aqui ainda é considerado um preço "barato". Depois de jogar por um ou dois dias, ele zera a campanha principal do jogo. Mais algum tempo depois jogando para procurar os itens que esqueceu, passar pelas partes do jogo que não explorou e essas coisas que sempre tem pra fazer depois que o jogo acaba, o gamer descobre que aquele jogo possui umas fases extras, que ele pode baixar pagando uns 25 reais. Então depois de mais um ou dois dias jogando as novas fases, ele termina tudo, e fica sabendo de um novo personagem criado pro jogo e ele, para poder jogar com esse personagem desembolsa mais 20 reais por ele. Enquanto compra seu novo personagem, ele vê que pode comprar umas armas e roupas diferentes para ele e para os outros personagens e desembolsa mais uns 15 reais por elas. Depois d secompradede mais alguns dias jogando com seu novo personagem e seus novos itens, é lançado um novo modo de jogo que pode ser adquirido por 50 reais no pré-lançamento e o gamer compra também. Depois de mais alguns dias jogando umas duas ou três fases da nova modalidade, porque só vinha isso mesmo, outras fases da nova modalidade são lançadas e ele desembolsa mais 30 reais por elas. EDepois de tudo isso, só de DLC o <s>otário</s> fiel jogador já gastou quase o dobrotriplo do preço do jogo original, mas gastando aos poucos ele nem percebeu que seu jogo custou 140ao todo uns 190 reais, que é quanto custa em média um jogo aqui. E ainda tem o bônus de a empresa do jogo não ter que dividir os lucros nem com as lojas de jogos nem com o governo.
18

edições