Três Príncipes

No Wikipedia.png QUEBRARAM A CARA!

Os espertalhões da Wikipédia NÃO têm um artigo sobre Três Príncipes.

Cquote1.svg Three princes kneel before you, that's what I said now/Princes, princes who adore you, just go ahead Laos... Cquote2.svg
Spin Doctors sobre Três Príncipes
Cquote1.svg Representantes da política comunista no Leste Europeu Cquote2.svg
Wikipédia sobre Três Príncipes[1]

Os Três Príncipes foram, bem, três príncipes que dominaram a política do Reino do Laos na época que a Guerra do Vietnã tava começando a pegar pra capar. O que em qualquer outro reino seria uma disputa entre aristocratas sem graça e sem sal, aqui ficou notável pois cada príncipe era de um lado da política: comunismo, centrismo e conservismo respectivamente, num enredo digno de sitcom americana.

HistóriaEditar

 
Os três príncipes posando para foto, trajados nas cores de cada vertente: Souvanna Phouma (neutralista), Souphanouvong (esquerdista), Boun Oum (direitista).

O trio, dois meio-irmãos e um adotado, já começaram trocar farpas desde a infância, pois eram crias de vários sub-reinos que se unificaram para formar o supracitado Reino do Laos que você já conhece, ou muito mais provavelmente, não conhece. Acostumados com o glamour da vida de madamo em cada família real, eles não gostaram de terem que dividir os brinquedos num só reino e isso traduziu na vida adulta, com cada escolheu uma cor de política diferente.

Já nos anos 50, quando a bala tava voando pra todo lado no Sudeste Asiático, a desavença significava guerra e tentando evitar as merdas que aconteciam nos outros países da Indochina, os três patetas laocianos tentaram a todo custo montar um governo de coalizão. Eram eles:

  • Souphanouvong, o esquerdalha. Estudou com Ho Chi Minh e em meio às cervejadas e truco da faculdade logo viraram brothers, com isso, ganhou um uniforme bonito e se juntou aos vietcongues;
  • Souvanna Phouma, o indeciso. Queria agradar todo mundo, mas no fundo preferia o mano Souphanouvong;
  • Boun Oum, o reaça. Mais novo dos três, adotado e com nome de onomatopéia, um gordinho chato pra porra que queria manter os privilégios de playboy.

TretaEditar

Enquanto os donzelos se engalfinhavam numa sucessão que mais parecia um carrossel de primeiros-ministros, a Guerra Civil Laociana, sucursal local da Guerra do Vietnã, comia solta. A galera comuna do Pathet Lao, que meio que já tinham cansado de brincar de monarquia representativa ou sei lá qual era o sistema de governo, chamou os parças do Vietnã do Norte e União Soviética que chegaram tomando a porra toda, nisso Souphanouvong levou a melhor e mandou os maninhos numas férias só de ida para Miami, maior point de anticomunistas fugidos do mundo. Resultando assim na República Democrática Impopular do Laos.

Duas décadas depois, a banda de rock alternativo Spin Doctors soube da história e compuseram uma música sobre os Três Príncipes, mas com medo do processinho por direitos de imagem, encolheram os três pra dois e assim surgiu Two Princes, um dos maiores one hit wonders dos anos 90.

Referências