Abrir menu principal

Desciclopédia β

Show No Mercy

Were-Only-in-It-for-the-Money.png Este artigo trata de um álbum

E já teve milhares de cópias vendidas! (ou não).

Conheça o resto da playlist clicando aqui.

Show da tia Mercedes
Slayer - Show No Mercy.jpg
Capa do primeiro disco do Slayer, destacando o índio da tribo aquidauânus que gentilmente aceitou se vestir de bode e tirar uma foto
Lançado em 1983
Gênero Tréchi Meto
Gravadora Sei não.


Cquote1.svg Desliga isso, menino! Cquote2.svg
Sua mãe sobre você ouvindo Show No Mercy

Show No Mercy é o álbum que marcou o nascimento de uma das bandas mais satânicas competentes do Thrash e do Heavy Metal, o Sleier. Vendeu 35 mil cópias, das quais 350 causaram ataques epiléticos ao redor do mundo, 28 causaram possessões e 2000 foram queimadas em igrejas evangélicas.

GravaçãoEditar

No tempo em que se amarrava cachorro com linguiça, o Slayer já foi uma banda iniciante. Tocando pelos bares da vida por aí, foram vistos e contratados por um empresário malandro que fez os próprios integrantes bancarem o disco. Como não tinham dinheiro nem pra uma bola de gude, resolveram arrumar subempregos pela cidade em que moravam, sendo que o vocalista Tom Areia se virou limpando privadas de um hospital para cardíacos e o guitarrista Kerry Kinha roubou uma grana do pai dele enquanto ninguém olhava.

O trabalho foi gravado por uma gravadora que fazia 2 discos por um real (daí a má qualidade das gravações). Feito isso, os metaleiros do Slayer saíram pela estrada em uma turnê que só acabou quando o Tom pegou uma artrite que afeta até hoje a sua presença de palco, forçando-o a ficar no mesmo lugar do palco o tempo todo. Sem dinheiro pros roadies, eles optaram pelo mais viável: levar os familiares para carregar o peso dos amplificadores e o resto das tralhas, até a sogra do Kerry foi junto.

MúsicasEditar

  1. O Mal Não Tem Fronteiras - Propaganda da TIM na tentativa de descolar um patrocínio.
  2. O Anticristo! - Música que levou muita mãe de fã do Slayer a quebrar o disco e colocar o filho no internato.
  3. Morra pela Espada - Os caras da banda achando que são ninjas.
  4. Lute até a Morte - O Slayer jogando War, nem queira imaginar...
  5. Tempestade do Metal - Slayer mostrando que são fãs dos X-Men
  6. Tormenta - Mais uma falando do capeta.
  7. Comando Vermelho Final
  8. Creonice
  9. Show do Milhão - Homenagem a esse programa do SBT, ma oê!

Ficha sem TécnicaEditar

  • Tom Areia Araya - Baixo/Alto/Vocais/Tônico Capilar
  • Kelly Kerry King - Guitarra/Barbie Girl/Xilofone
  • Jeff Hanneman - Guitarra/Cavaquinho/Bandolim e ocasionalmente ele toca umas pro Kerry
  • Dave Lombardo - Bateria/Triângulo/Cuíca/Gaita/