Abrir menu principal

Desciclopédia β

Papa-figo

Deesnider.jpg Este artigo só pode ser coisa de MONSTROS!

Estrague este artigo que eles vão avançar e te comer! Nos dois sentidos!
Para não despertar a fúria deles, melhore este artigo, tá?

AGORA CORRE!!!

O papa-figo original.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Bicho-papão Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Papa-figo
Cquote1.png Experimente também: Homem do saco Cquote2.png
Sugestão do Google para Papa-figo

Papa-figo ou numa linguagem mais alfabetizada comedor de fígados é um ser sinistro que foi detectado pela primeira vez na história em um canto de Recife, em Pernambuco, Brasil. Essa criatura sinistra é conhecida pela capacidade de desaparecer com várias crianças babacas e depois deixar o corpo delas em qualquer canto por aí toda extirpada e sem o fígado delas.

Origem do monstroEditar

Originalmente o papa-figo deu as caras no mundo por volta das décadas de 1920 a 1930, num casarão amarelo localizado na avenida Rui Barbosa, próximo à Avenida Agamenon Magalhães, no bairro de Parque Amorim, e esse casarão era justamente da família Amorim que era dona do parque que levava o nome deles. Lá um dos carinhas começou a sofrer de uma forte anemia, e aí precisava de fontes de sangue e ferro urgentemente. Como se sabe, no mundo animal existe muita putaria a melhor fonte de ferro está no fígado, que processa esses minerais tudo.

Aí começaram a desconfiar que vários pirralho que tavam sumindo do nada na cidade provavelmente teriam sido sequestrados pra serem comidos pelo Amorim (sem duplo sentido), ele sequestraria os muleques, levaria pro porão de casa, comeria seus fígados e depois os enterrava por lá mesmo no porão, ou jogava no rio Capibaribe pros jacarés comerem. Com isso geral passou a dizer pros filhos não passarem por lá por perto da casa dos Amorim, nem irem trepar no Parque Amorim, pois os riscos da prática poderiam ser irreversíveis. Alguns pais chegavam até mesmo a pegar os pestinhas dos muleques e abandonarem eles sozinhos à noite na frente do casarão pra se mijarem de medo e nunca mais encher o saco dos pais.

A continuidade da lendaEditar

Mesmo anos após todos os Amorins desaparecerem do finado Parque próximo às Graças, Torreão, Boa Vista e Derby, muitos pais propagaram a lenda do Papa-figo, muitas vezes misturando com outras lendas como a do homem do saco e a do bicho-papão, lembrando-se sempre que o nome "papa-figo" dava muito mais medo nos filhos da putinha dos filhos, o que tornava o uso do nome muito mais sólido, forte e cabuloso pra deixar cada um deles desesperados com a possibilidade dos pais o deixarem serem carregados e terem seus órgãos absorvidos pelo monstrengo ignorante. Assim sendo, sempre tenham medo do terrível papa-figo, ele pode pegar o seu também!

 
v d e h
Lendas Urbanas