Instituto Manassés

Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Cquote1.svg Bom dia, pessoal, desculpa atrapalhar a viagem de vocês, mas é importante Cquote2.svg
Ex-drogado do Instituto Manassés
Cquote1.svg Puta que pariu, de novo... Cquote2.svg
Você sobre o seu azar de pegar justamente o ônibus que os ex-drogados do Instituto Manassés mais sobem
Cquote1.svg Olha o que a droga faz, né? Cquote2.svg
Velhinha conversando com a outra sobre as imagens no folheto do Instituto Manassés
Cquote1.svg Pessoal, peço a humilde colaboração de todos com uma moedinha, porque vai me ajudar muito, tá pessoal? Cquote2.svg
Ex-drogado do Instituto Manassés pedindo dinheiro para comprar mais droga para "pagar as contas do Instituto"

Ex-viciado contando sua história de vida e dizendo como o Instituto Manassés o salvou, gritando e incomodando todo mundo no ônibus.

O Instituto Manassés é, supostamente, uma instituição sem fins lucrativos e sem ajuda do governo ou organizações que possuem muitos fins lucrativos. Todas as contas de luz, água, telefone, papelotes de cocaína, impressoras que imprimem os folhetos, brindes que estragam em menos de uma semana e alimentação dos drogados pacientes é paga exclusivamente com as doações dos contribuintes nos ônibus circulares. Estão espalhados em todo o país, trazendo histórias de desgraça e sofrimento todos os dias para os pobres cidadãos que dependem do transporte coletivo porco se sentirem um pouco mais tocados e convencidos à doar uma moedinha para pagar a passagem do cara ou comprar canetas vagabundas.


Lindíssimas canetas perfumadas que perdem o cheiro e a tinta em menos de uma semana, compradas em qualquer papelaria de esquina e vendida para você mais caro. É como o Instituto Manassés paga suas despesas e sustenta os vagabundos pacientes.

AbordagemEditar

Um suposto paciente, supostamente em reabilitação no Instituto Manassés por cinco ou seis meses, entra no ônibus e começa se desculpando por atrapalhar a viagem das pessoas ali. Gritando, claro. Sua história de vida é altamente carregada por Deus e versículos da Bíblia, tanto que o que era para ser uma simples divulgação de um centro de reabilitação para dependentes químicos se transforma em um culto religioso. Dá graças à Deus até por conseguir tossir, e sua história ou começa ou termina com um versículo bíblico, isso quando não é ela inteira.

  Pessoal, bom dia/tarde/noite, desculpa atrapalhar a viagem de vocês, mas é importante! Pessoal, eu estarei falando para vocês sobre o Instituto Manassés, que pra quem não sabe, é um centro de reabilitação para dependentes químico. Graças à Deus, viu pessoal, estou no sexto mês de tratamento e graças à Deus saí do mundo das drogas. Viu, pessoal, quando eu era pequeno, falaram que usar cocaína é legal, que te resolve os problemas, mas não resolve os problema não viu, pessoal! Só traz mais problema, mas graças à Deus eu tô aqui, vivo e recuperado, pra falar pra vocês da minha história. Tenho uma esposa, pessoal, que graças à Deus nosso casamento foi recuperado e se Deus quiser é até a morte. Pessoal, minha esposa disse pra mim que ia se separar porque eu tava trocando ela por maconha, mas Deus iluminou minha vida e falou: toma rumo, meu filho, e eu tomei, e graças à ele estou aqui dizendo isso a vocês. Pessoal, vou estar passando um folheto informativo sobre nossa Instituição, que não tem fins lucrativos, viu pessoal, nenhuma igreja ajuda a gente, nem governo, nem nada, tudo é graças à contribuição nos ônibus, que graças à Deus tá dando certo. Vou estar distribuindo também, pessoal, esses belos brindes, colantes pra vocês enfeitar geladeira, porta, viu pessoal, e essas canetas coloridas, tem verde, vermelha, pessoal, azul, laranja e preta, para você enfeitar seu caderno. Com R$3,00 você já estará ajudando a gente a continuar nosso trabalho, tá pessoal. Obrigado e que Deus nos abençoe. Inclusive, vou deixar um versículo da Bíblia com vocês: Salmo 137 versículo 9, pessoal, que diz: Feliz aquele que pegar em teus filhos e der com eles nas pedras, ou seja, pessoal, Deus ajuda quem tá querendo se livrar de um problema grave como as drogas, é só pedir para ele em oração, e toda noite fechar os olhos e falar "deus, por favor, me guia" e ele vai estar mostrando o caminho, pessoal. Amém  

 
Você após a gritaria do paciente do Instituto Manassés.

O folheto informativoEditar

São algumas páginas de depoimentos com péssima gramática que ex-viciados inventaram deram, com uma foto de um drogado aleatório achado no Google Imagens ao lado da pessoa supostamente recuperada. Não muito diferem dos discursos prontos de quem lhe entrega o folheto, e inclusive tem mais versículos da Bíblia do que a própria Bíblia. Aí uma fotinho de alguma casa de quintal que na verdade é uma das filiais do Instituto, junto com o telefone e o e-mail. Mas você não pode ficar com o papelzinho, pois você não comprou as canetas vagabundas e os stickers da Hello Kitty.

LucroEditar

A instituição sem fins lucrativos Manassés lucra com as moedinhas dadas com muita hesitação dos pobres passageiros e raramente ultrapassa os R$5,00. Se juntar todos os supostos pacientes nos ônibus, tem-se um ganho de uns R$100 com muito esforço e mais uma esmolinha da mãe de algum paciente. Isso é o suficiente para pagar todas as despesas de infraestrutura e a alimentação dos vagabundos pacientes em reabilitação.

Tenho um amigo drogado. Posso levá-lo no Instituto?Editar

Aí você me pega. Ninguém sabe se ele vai mesmo ser reabilitado. Os únicos casos de sucesso que temos é dos supostos pacientes com os mesmos discursos prontos de todos os dias no ônibus. Melhor você facilitar mais ainda o acesso dele às drogas, porque o retorno. pelo menos, é mais garantido.

Ver tambémEditar