Epifania

Epifania aquela sensação de verdade final e imutável que dá até sublevação, mas a única epifania — verdade absoluta que se sabe é que todo mundo pra nascer passa pelos mesmos buracos(se não na volta, ao menos na ida), pra nascer e que vai virar defunto cedo ou mais cedo ainda... também se tem a verdade absoluta que que todos precisam cagar e mijar, nem que seja com bolsas coletoras, mas do mesmo jeito, precisam fazer.

Mais epifaniasEditar

 
Aspecto de tartaruga quem acabou de ter uma epifania.

As epifanias que nem é preciso muita sublevação pra sentir, são as citadas na introdução, mas não há mais epifanias? Sim, como verdade absoluta há muitas mais, como a verdade absoluta de que seres humanos sentem dor igual a qualquer outra bichona outro mamífero da natureza, e que mamíferos são os mais doloridos, não por frescura, mas são os que mais sentem, talvez porque são os que mais fazem merda, não apenas mais cocô, até porque ganhar de pombos não é fácil, mas essa grande epifania de que mamíferos são os que mais fazem merda, é imutável.

Epifanias dão prazer porque quem sente sabe que a verdade é absoluta, pode dar um suspiro ao sentir verdades absolutas, apenas pense que ao cagar ou mijar, o alívio que dá, então você sabe da epifania do modo mais grosseiro, mas é o mais fácil de sentir. pra não ficar apenas no modo mais chamado grosseiro, podemos citar epifanias daquelas de sentir as verdades do Universo, mas para não agredir os crentes, digamos as verdades de Deus.

Muitos que têm epifanias juram que conseguiram ver tudo e como tudo funciona, o idiota ruim é que eles lembram apenas que tiveram a epifania, mas não lembram dos segredos que foram a eles revelados, então pode dizer que a epifania não serviu pra porra nenhuma, a não ser para o alumiado que sentiu, mas ele não lembra nem pra ele mesmo, assim mesmo ele pode chorar de emoção pois lembra que teve, embora não lembre o que.

Como sentirEditar

Pessoas religiosas, também conhecidas como deístas são as que inventaram as epifanias, o que não quer dizer que eles inventaram as verdades, mas eles inventaram o tal sentir as verdade absolutas, portanto religiosos têm mais propriedade pra falar sobre isso e falam muito, mas nem toda revelação de gritaria evangélica pode ser considerada epifania, pois os católicos não aceitam isso, então as epifanias pode-se dizer que seriam a versão católica pra revelação, mas como saber se a revelação foi mesmo uma epifania ou seja, uma verdade absoluta? No caso das revelações eles inventam lembram do que foi, atestam visões sobre o fim dos tempos(não se sabe qual dos mais de oito mil fim dos tempos, mas algum desse quem teve a revelação, sim, viu.

 
Epifania revelando um demônio.

Católicos preferem ter epifanias vendo o purgatório ou retirando o demônio do corpo de alguém, mas sem show no púlpito. Não que exorcismo seja epifania, mas quem viu o demônio no corpo de alguém teve uma epifania, mas também pode ser que tenha visto alguém com corpo de demônio(no mal ou no outro mal sentido), com cara de demônio e isso era um verdade imutável.

 
Um que lembrou de uma verdade absoluta revelada por epifania, mas não deu tempo de contar.

Nos tempos de templários e outros daqueles que faziam rituais estranhos que tinha que fumar pelo umbigo, fazer cavalos voarem, dizem que tinham muitas noia dessas epifanias, mas era o contrário, na maioria das vezes eles lembravam o que viam e faziam uso disso, alguns queriam manter só num grupo outros queriam contar pra todo mundo, não por serem fofoqueiros, mas porque achavam que conhecimento podia fazer bem pra todo mundo, a não ser quem amava ficar imbecil, mas isso é uma parte menor da epifania, para quem queria atestar a verdade de que ser ignorante pode deixar mais feliz.

Pois os templários e outros desocupados eruditos tinham epifanias com frequência e descobriam muitas coisas, entre elas, viam com antecedência quem iria ser pego e ir pra fogueira dessa vez, mas sabendo que era verdade absoluta que não adiantava fugir, eles apenas contavam pros demais onde estavam todos os seus bens mais preciosos pai, mãe, irmãos, etc... ouro, prata, relíquias e tesouros em geral, para que, além de manda-los pra fogueira que era muito mais chique do que o micro-ondas, onde mal se vê se a carne já está no ponto, eles ainda saqueariam seus pertences. Se fosse o caso da epifania revelar que quem ia se foder era um templário iniciante, e por isso não tinha nem uma eguinha manca pra acompanhar os demais, então não era preciso esconder os pertences de mais valor com antecedência, e era até bom pensar na cara de bunda dos inquisidores que iam saquear os pertences do templário queimado e ao ir até o barraco, descobriam a verdade absoluta de que pobre não tem e nunca teve nada pra ser roubado.