Abrir menu principal

Desciclopédia β

Diabolus in Musica

Charlemagne-4.jpg Este artigo trata de um álbum

E você já completou o seu com figurinhas da copa.

Conheça o resto da playlist clicando aqui.

Bernardinho nervoso jpg.jpg Please STOP the music!

Este artigo se trata de cantores, bandas ou músicas cantadas muito, mas MUITO mal.

Cquote1.svg Você quis dizer: Merda Cquote1.svg
Google sobre Diabolus in Musica
Cquote1.svg Você quis dizer: Vergonha Cquote1.svg
Google sobre Diabolus in Musica
Cquote1.svg Você quis dizer: Gritaria, Guitarras desafinadas e xingamentos Cquote1.svg
Google sobre Diabolus in Musica
Cquote1.svg Você quis dizer: Cópia do Saint Anger Cquote1.svg
Google sobre Diabolus in Musica
Cquote1.svg Nós fazemos melhor que isso. Cquote2.svg
Slipknot sobre Nu Metal de Diabolus in Musica
Cquote1.svg Pop e comercial Cquote2.svg
Linkin Park sobre Diabolus in Musica
Cquote1.svg Ainda bem que não participei dessa cagada... Cquote2.svg
Dave Lombardo sobre Diabolus in Musica
Cquote1.svg AAAAHHHHHH!!!! Cquote2.svg
Tom Araya em todas as músicas desse álbum.
Cquote1.svg Preparem-se... o fim agora está mais próximo. Cquote2.svg
Nostradamus sobre Diabolus in Musica.

Diabolus in Musica é nada mais nada menos do que o sétimo álbum do Slayer. Esse álbum é ODIADO, eu disse odiado? Quis dizer EXECRADO por ter sido o único álbum da carreira do Slayer inspirado naquele temível gênero musical alcunhado de "Nu Metal" ou "New Metal". Slayer perdeu quatro milhões de fãs depois desse álbum.

Vejam! Um padre albino!

Índice

AntecedentesEditar

Era 1998 os membros estavam assistindo uma partida de hóquei no gelo e fizeram uma aposta:"Se o time do Tom perder eu, Kerry, lançarei um álbum de Nu Metal: com guitarras desafinadas, vocais dementes e gritados e deixar os solos muito ruins de se ouvir." Bem... o time do Araya perdeu e Kerry cumrpiu a promessa. Lombardo e Hanneman não conseguiram impedir isso porque estavam ocupados assando lacraias no espeto.

ProduçãoEditar

Típica de um álbum de Nu Metal. É melhor eu nem comentar sobre isso para não me irritar e tacar fogo na minha casa (comigo dentro, é claro. Ou você achou que eu era algum idiota?).

RecepçãoEditar

(No dia do lançamento se escutam grilos e o salão que foi reservado por seiscentos mil dólares se encontra vazio. Depois desse trauma os caras do Slayer tiveram que procurar psicólogos.) Daí­ você questiona: Como eles sabiam que o álbum era ruim? Simples, todos escutaram os vintes segundos iniciais do álbum por meio de uma amostra e já haviam percebido que aquilo era um Nu Metal descarado e mal-amado.

Conteúdo líricoEditar

Tom Araya só cantou merda nessas múscas. Entre elas está ódio direcionado ao ouvinte do álbum.

MúsicasEditar

Nota: Todas são ruins, escute por sua conta e risco.

  • Bitter Peace/Paz Amarga - Fala da paz quando ela vem sem áçúcar.
  • Death's Head/Cabeça da Morte ou Chefe da Morte - Não sei que porra é essa, mas deve ser sinistro.
  • Stain of Mind/Mancha na Consciência - Isso que dá não usar Omo...
  • Overt Enemy/Inimigo do... é..Google Tradutor please! - Deve ser algum assunto de Counter Strike.
  • Perversions of Pain/A Dor é Sadomasoquista - Até substantivo abstrato está entrando nessa..
  • Love to Hate/Ame Para Odiar (ou Ame Odiar) - Legal, não é? É amando que se odeia.
  • Desire/Luxúria - Ah! Como é bom fazer aquilo...
  • In the Name of God/No Nome de Alá - Música que estorou em primeiro lugar nas paradas de carros bombas musicais de Meca e Medina.
  • Scrum/Google Tradutor please! - ???
  • Screaming from the Sky/Gritando do Céu - Fala da mania que limpadores de janelas tem em gritar de arranha-céus.
  • Point/Ponto de Ônibus - Que foi? O Slayer também anda de busão.

IntegrantesEditar

Tom Brochaya, Jeff Hannemenha, Kerry Quenga e Paul Bostão.

Aviso importante!Editar

O Ministério da Saúde adverte: escutar qualquer música do Diabolus in Musica pode causar câncer e trombose nos ouvidos.