Carga Pesada

Rede-GROBO.png PLIM! PLIM! Este artigo é uma coisa da Rede Globo de Manipulação! Esta página pode estar mencionando alguma novela clichê que sua mãe gosta, algum pseudo-ator rouaneteiro ou algum comunista de boteco que se diz jornalista. Para mais coisas relacionadas ao Projaquistão, clique aqui.
Serjão entrevista.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Titã, o caminhão do Pedro e do Bino.

Cquote1.svg Você quis dizer: Mala Pesada Cquote2.svg
Google sobre Carga Pesada
Cquote1.svg Você quis dizer: Caga Pesado Cquote2.svg
Google sobre Carga Pesada
Cquote1.svg Você quis dizer: Carga Roubada Cquote2.svg
Google sobre Carga Pesada
Cquote1.svg Você quis dizer: Descarga Pesada Cquote2.svg
Google sobre Carga Pesada
Cquote1.svg Eu sou o ativo Cquote2.svg
Pedro, na Parada Gay
Cquote1.svg Bino, o miserável tá armado! Cquote2.svg
Pedro para Bino
Cquote1.svg Um Bino é bom, dois Binos é um a mais Cquote2.svg
Pedro, em momento lógico-filosófico
Cquote1.svg Esses dois caminhoneiros pra lá de pirados, vão estar em uma nova e divertida aventura, aprontando as maiores confusões! Cquote2.svg
Narrador da Sessão da Tarde, sobre Carga Pesada
Cquote1.svg Esses dois caminhoneiros vão cair em uma cilada, hoje na sessão da tarde!! Cquote2.svg
Narrador da Sessão da Tarde, sobre Carga Pesada
Cquote1.svg São meus clientes Cquote2.svg
Bruna Surfistinha, lembrando o tempo de beira de estrada
Cquote1.svg É uma cilada, Bino! Cquote2.svg
Pedro, em sua mais famosa frase
Cquote1.svg É uma salada, Bino Cquote2.svg
Os dois almoçando
Cquote1.svg É uma tarada, Pinto Cquote2.svg
Os dois no puteiro
Cquote1.svg É uma piada, Bino Cquote2.svg
Pedro sobre esse artigo
Cquote1.svg É uma bilada, Cino! Cquote2.svg
Artigo na Desciclopédia sobre Pabllo Vomittar
Cquote1.svg É uma jangada, Bino Cquote2.svg
Pedro e bino no Lost
Cquote1.svg É uma balada, Bino Cquote2.svg
Pedro e bino em Descolados MTV
Cquote1.svg É uma facada e tiro Cquote2.svg
Pessoas do Rio de Janeiro
Cquote1.svg É uma cagada, Bino Cquote2.svg
Pedro no banheiro
Cquote1.svg É uma lambada, gringo Cquote2.svg
???
Cquote1.svg É uma drogada, Bino Cquote2.svg
Pedro sobre Amy Winehouse
Cquote1.svg É uma ronalda, Zino Cquote2.svg
Pânico sobre Carga Leve
Cquote1.svg Oloco, bicho! Cquote2.svg
Faustão sobre Carga pesada
Cquote1.svg Eu tenho medo Cquote2.svg
Regina Duarte sobre Pedro e Bino
Cquote1.svg Nos metemos numa tremenda cilada e vamos viver altas aventuras com essa galerinha do barulho! Cquote2.svg
Narrador da Sessão da Tarde tentando ganhar o papel de Pedro
Cquote1.svg Já roubei eles Cquote2.svg
Contrabandista sobre Pedro e Bino
Cquote1.svg Na União Soviética, Pedro e Bino roubam VOCÊ!!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre Pedro e Bino
Cquote1.svg Foi eu que transei com a mula, Bino! Cquote2.svg
Pedro, sobre a Mula Sem Cabeça
Cquote1.svg Essa carga é pesaaaaaada! Cquote2.svg
Pedro Bial, sobre Carga Pesada
Cquote1.svg Nunca na história deste país houve uma dupla como esta Cquote2.svg
Presidente Lula, sobre Pedro e Bino

Um exemplo de Carga Pesada

Carga Pesada é a realidade(TREMENDA FALTA DE RESPEITO COM OS ATORES E A SÉRIE, SE FORÇAR MAIS VAI ACABAR CAGANDO) de caminhoneiros azarados que sempre conseguem atrapalhar o negócio de algum traficante ou arranjar encrenca com psicopatas. Isso deve-se ao fato de aventuras (incluindo aquelas que a TV não pode mostrar) de dois caminhoneiros não serem nem um pouco emocionantes...

PersonagensEditar

 
Eis o Pedro e o Bino, em seus primeiros episódios de Carga Pesada em 1400 a.C.

Pedro, o principal da série, é o caminhoneiro azarado que come todas as mulheres da série. No mundo de Carga Pesada, as gostosas ignoram o fato dele ser um velho brocha e barrigudo e a cada quase todo episódio, tem uma mulher dando pra ele. Tem o dom de perceber algumas ciladas.

Bino, o secundário, é o caminhoneiro azarado que mais tem azar entre os dois. Ele nunca come ninguém. Mas de vez em quando dá uns pegas em mulheres mais jovens que ele (o que não significa muita coisa...), ou então dá o rabo pro Pedro como forma de diversão.

HistóriaEditar

Pedro e Bino se conheceram quando Pedro lutava contra os Berdinazzi por terras no alto Tocantins. Ali começou uma linda história de amor que dura até aos dias de hoje.

 
Uma cilada para Bino.

Mas este amor passou por muitas dificuldades. Na primeira noite de amor entre os dois, quando estavam entre os matinhos da fazenda que Pedro tentava roubar de seu tio, quando estavam se preparando para o primeiro beijo, sob a luz do luar, a namorada do Pedro apareceu, e aí surgiu a frase que é um verdadeiro símbolo da história dos dois: "É uma cilada, Bino!".

Desde então os dois fogem de caminhão pelo Brasil, se metendo em encrencas, para que as pessoas notem mais estas dificuldades do que o caso de amor que se desenvolve entre os dois.

Bino, antes de ir para Tocantins, também foi escultor em Minas Gerais, e Pedro teria comido a Dercy Gonçalves antes do casamento, mas isso é passado, que agora, ele só quer saber de cilada mesmo.

Trilha SonoraEditar

1979Editar

  1. Frete – Renato Teixeira (abertura)
  2. Eu vou Partir – Os Filhos de Goiás
  3. Caminheiro – Sérgio Reis
  4. Nem Whisky, Nem CervejaRock e Ringo
  5. A Vida do Viajante – Gonzaguinha e Luiz Gonzaga
  6. Motorista de CaminhãoLéo Canhoto e Robertinho
  7. Chega Morena – Dominguinhos
  8. Motorista Brasileiro – Teixeirinha
  9. Mas Quem Não É – Jacó e Jacozinho
  10. Pescador e Catireiro – Cacique e Pajé
  11. Quem Sou Eu – Duduca e Dalvan
  12. Festival de Embolada – Roberto Riberti

2003Editar

  1. Frete - Chitãozinho & Xororó (abertura)
  2. Tá Liberado - Bruno e Marrone
  3. Sonho Lindo - Sula Miranda
  4. Na Sola da Bota - Rionegro & Solimões
  5. Outra Vez - Sérgio Reis
  6. Te Amo Demais - Leonardo
  7. Rédeas do Possante - Marcos Paulo & Juliano
  8. Namoro Escondido - Maurício & Mauri (irmãos de Chitãozinho & Xororó, acredite se quiser)
  9. Sem a Sombra da Dor - Roberta Miranda
  10. Hei! - Grupo Tradição
  11. Romaria - Tonny Francis
  12. Estradas - Yassir Chediak
  13. Vou Gastar meus 10 Reais - André e Adriano
  14. Vai Se Chamar Saudade - Antônio Fagundes
  15. Saudade de Casa - Alpha Beat
  16. Parada pra Descanso 2 - Alpha Beat

Letra do tema de aberturaEditar

Eu conheço cada palmo desse chão
É só me mostrar qual é a direção
Quantas idas e vindas, meu, quantas voltas
Viajar é preciso, é preciso
Com a carroceria sob as costas
vou fazendo frete, cortando estradão

Refrão: Eu conheço todos os sotaques
Desse povo todas as paisagens
Dessa terra todas as cidades
Nas mulheres todas as vontades
Eu conheço as minhas liberdades
Pois a vida não me cobra o frete

Por onde eu passei deixei saudade
A poeira é minha vitamina
Nunca misturei mulher com parafuso
Mas não nego a elas meus apertos
Coisas do destino e do meu jeito
Sou irmão de estrada e acho muito bom

Refrão

Mas quando eu me lembro lá de casa
A mulher e os filhos esperando
Sinto que me morde a boca da saudade
E a lembrança me agarra e profana
O meu tino forte de homem
E é quando a estrada me acode

Nas mulheres todas as vontades
Eu conheço as minhas liberdades
Pois a vida não me cobra o frete

Refrão

  É uma cilada, Bino!  
Pedro, sobre o cancelamento da série.

Ver tambémEditar